CADASTRE-SE AINDA HOJE E GANHE R$10*

Mauricio Szapiro e Erik Nako,
curadores de vinho e gastronomia

Aproveite os melhores vinhos e produtos gastronômicos do mercado, selecionados por chefs e sommeliers tão apaixonados pela boa mesa como você.


Quero me cadastrar

Já é cadastrado?
Faça seu login

oferta
(11) 3090-6073 / (21) 4042-2446 - Seg. à Sex. das 10h às 19h

Trio Velho Mundo: França, Itália e Espanha

De R$ 225,00 por Preço Exclusivo para cadastrados
CADASTRE-SE

Trio Velho Mundo: França, Itália e Espanha

Diversas regiões • Diversos países

A experiência faz toda a diferença

De R$ 225,00 por



PREÇO EXCLUSIVO PARA CADASTRADOS
Cadastre-se hoje, ganhe R$ 10 de créditos


Com a palavra, o curador:

No mundo dos vinhos, há quem prefira apenas os do Velho Mundo, isto é, aqueles rótulos produzidos em países do continente europeu. Dentre os defensores mais ferrenhos dos produtos do antigo continente, acredita-se que os produtores têm a tradição necessária para fazer vinhos que possuam “alma”. Eu, particularmente, gosto mesmo é de vinhos de qualidade, independente da sua origem, seja do Novo ou do Velho Mundo. Nesta oferta, selecionamos os vinhos Chianti Camporsino, Terrefort Bibonne e Palacio Quemado Crianza, um trio imperdível da Itália, França e Espanha, respectivamente.

O Chianti Camporsino Classico é leve e fresco, composto integralmente pelas uvas Sangiovese, variedade autóctone italiana, de vinhas com idade média de 20 anos. Este vinho foi produzido por uma das mais antigas e prestigiadas famílias da Itália, os Corsini, cuja propriedade e vinhedos estão localizados nas colinas de San Casciano, ao norte da Toscana. É um vinho com a cara da Itália!

Já o Terrefort Bibonne é um verdadeiro achado vindo diretamente de Bordeaux, na França. O vinho foi produzido pela família Massé, que explora o terroir à beira do rio La Garonne, composto pelo solo argiloso e calcário, batizado de Terrefort (daí o nome do vinho). É um vinho que combina as variedades Merlot, responsável pela densidade e por seus aromas maduros, e também pela Cabernet Franc, muito aromática, fortes taninos e boa acidez. Ou seja, juntas elas se equilibram e dão ótimos resultados.

Da Espanha, encontramos o Palacio Quemado Crianza, vinho com origem na Ribeira del Guadiana, na Extremadura, uma sub-região pouco comum. Os rótulos Palacio Quemado são assinados pela Bodega Alvear, em parceria com a família Losada Serra, ambos com longa experiência e tradição na viticultura. É um vinho elaborado 100% com a variedade Tempranillo que, para finalizar, envelheceu durante 6 meses em barricas novas de carvalho americano.
Aproveite o conteúdo desta seleção, caso você queira entender um pouco mais sobre o real significado do Velho Mundo no universo dos vinhos!

Nota de Degustação:

Chianti Camporsino
Cor vermelho rubi, com reflexos levemente violetas. Aromas frescos de cereja e morango e corpo leve de um Sangiovese. É bem redondo, com taninos delicados, mas bem interessantes.

Vignoble Massé Domaine de Terrefort Bibonne
Cor vermelha brilhante e bordas levemente alaranjadas. O aroma é frutado, com notas de cassis. Na boca é robusto, acidez média e taninos com um fundo de baunilha. Como apresenta um bom potencial para guarda, passados seis anos está no período ideal de consumo.

Palacio Quemado Crianza Alvear
Vermelho granada com evolução nas bordas. Aromas de especiarias, tostado, café e chocolate amargo. Médio corpo. Na boca, um bom equilibro entre barrica e fruta.


Harmonização:

Chianti Camporsino
Bruschettas com embutidos curados e queijos frescos.

Vignoble Massé Domaine de Terrefort Bibonne
Casa com carnes vermelhas grelhadas, ou frango, paleta assada, vitela e costeletas.

Palacio Quemado Crianza Alvear
Cordeiros e assados mais robustos, com molhos vermelho.

Erik Nako

... é acima de tudo um glutão. Chef e sócio do bar italiano Prima Bruschetteria, dá aulas na ABS-Rio e faz viagens enológicas pelo mundo há mais de 10 anos.

Detalhes

O que você recebe:
1 garrafa X 750ml Chianti Camporsino
1 garrafa X 750ml Vignoble Massé Domaine de Terrefort Bibonne
1 garrafa X 750ml Palacio Quemado Crianza Alvear

Chianti Camporsino
Estilo: Tinto
Safra: 2010
Composição: 100% Sangiovese
Teor alcoólico: 12,5%
Envelhecimento: Sem envelhecimento em barricas

Vignoble Massé Domaine de Terrefort Bibonne
Estilo: Tinto
Safra: 2006

Composição: 60% Merlot 40% Cabernet Franc
Teor Alcoólico: 12,5%

Envelhecimento: 14 a 18 meses em barricas novas de carvalho

Palacio Quemado Crianza Alvear
Estilo: Tinto
Safra: 2008
Composição: 100% Tempranillo
Teor Alcoólico: 14%
Envelhecimento: 6 meses em barricas novas de carvalho 

 

Mais sobre os produtores:

Vinobles Massé
Tudo começou em 1890, com o patriarca Daniel Massé que dispunha de apenas cinco hectares para o cultivo de vinhas em Pompignac, região a apenas vinte quilômetros de Bordeaux. A partir de 1940, o filho Pierre Massé seguiu a tradição da família e passou a colaborar com o pai no comando das vinhas. Em 1953, o visionário Pierre adquiriu o Château Queyssard, localizado a poucos quilômetros abaixo da estrada de Pompignac. Atualmente, a propriedade conta com 55 hectares de vinhedos distribuídos por três fazendas, administradas por Francis e Martin, a terceira geração da família Massé.

Principe Corsini
Desde suas origens, por volta do século X, os membros da família Corsini sempre estiveram envolvidos com a nobreza Italiana. Ao longo de nove séculos de história, os Corsini valorizaram suas terras, em Villa Le Corti e Marsilina, onde preservam suas raízes mais tradicionais. Além da produção de vinhos Chianti, Espumantes e Vin Santo, a família se dedica ao cultivo e produção de azeites das variedades Frantoio e L’Uliveto.

Bodegas Palacio Quemado
A vinícola foi criada em 1999, surgiu da parceria entre a Bodega Alvear e a família Losada Serra, na região da Extremadura, Espanha. A Palacio Quemado segue a linha de trabalho e experiência centenária dos seus fundadores, em busca de um terreno que pudesse oferecer a melhor qualidade para seus vinhos. Na Ribeira del Guadiana são cultivadas as variedades Syrah, Tempranillo e Garnacha, que atendem as produções de rótulos Crianza, Varietal e Reserva.

Outras fontes:

www.vignobles-masse.com

http://www.principecorsini.com/

http://www.alvear.es/index.php/en/