CADASTRE-SE AINDA HOJE E GANHE R$10*

Mauricio Szapiro e Erik Nako,
curadores de vinho e gastronomia

Aproveite os melhores vinhos e produtos gastronômicos do mercado, selecionados por chefs e sommeliers tão apaixonados pela boa mesa como você.


Quero me cadastrar

Já é cadastrado?
Faça seu login

oferta
(11) 3090-6073 / (21) 4042-2446 - Seg. à Sex. das 10h às 19h

Trio Dios Ares: Blanco, Crianza e Reserva

De R$ 232,00 por Preço Exclusivo para cadastrados
CADASTRE-SE

Trio Dios Ares: Blanco, Crianza e Reserva

Rioja • Espanha

Uma viagem completa à região de Rioja Alavesa

De R$ 232,00 por



ESTA OFERTA ESTÁ ENCERRADA
Cadastre-se hoje, ganhe R$ 10 de créditos


Com a palavra, o sommelier

É natural que todos que se interessem por vinhos comecem pelo óbvio. Aqui no Brasil, primeiro se buscam os vinhos mais acessíveis no mercado: chilenos e argentinos. Em seguida, querem se aventurar pelo velho mundo, começando pela França. São necessárias ainda mais algumas viagens, provavelmente Itália e Portugal, até que o curioso aporte na Espanha. A partida mais óbvia se dá pela região de Rioja, berço dos grandes vinhos espanhóis, mais especificamente por duas de suas subregiões: Rioja Baja e Rioja Alta.

Nessa altura do campeonato, o “aventureiro” enológico já é quase um connaisseur! E, obviamente, quer alçar voos mais inusitados. Chegou a hora! Seja bem-vindo a nada óbvia, porém não menos interessante, Rioja Alavesa, a única pertencente ao País Basco, com altitudes elevadas. Nela, são produzidos ótimos brancos da uva Viura e tintos extraordinários da uva Tempranillo.

Para conhecer a complexidade deste terroir, nada melhor do que provar um pouco de tudo que Rioja Alavesa tem a oferecer.

Este trio da premiada linha Ares – homenagem ao deus da guerra na Grécia Antiga – consegue retratar com maestria as características das suas respectivas castas com um custo-benefício difícil de encontrar. Obviamente, não dá para perder.

Um pouco sobre os vinhos da Rioja:
Basicamente, os vinhos tintos da Rioja são dividos em três principais categorias: crianza, reserva e gran reserva. 

Crianza: após a fermentação, o vinho precisa amadurecer por ao menos dois anos, 12 meses em barrica e outros 12 na garrafa, antes ir para o mercado;

Reserva: deve amadurecer por um mínimo de dois anos em barrica e envelhecer um na garrafa;

Gran Reserva: chegamos ao topo. Estamos falando de vinhos de adega, de longa guarda. Precisam de cinco anos antes da venda, amadurecendo não menos que dois em barrica e envelhecendo três em garrafa. Ou seja, em 2011, você poderá experimentar no máximo a safra 2006.

Notas de degustação: 

Ares Blanco 2009 – Aromas florais bem típicos da uva Viura revelam um vinho de bela acidez e persistência na boca, com minerais de sutil elegância que convidam ao próximo gole. É importante tomar o cuidado de não beber este vinho muito gelado – temperatura ideal entre 7º e 9ºC – para permitir sua expressão no nariz. Bom com peixes defumados e gelatinosos, frios ou ao forno; patês e queijos. Eu até arriscaria com alguns embutidos de porco!

Ares Crianza 2006 – Parte da fermentação malolática deste vinho é feita em barricas de carvalho; depois ainda é envelhecido por 12 meses em barricas francesas e americanas, o que se reflete claramente no nariz. De um vermelho bem rubi, na boca, a presença de fruta cai bem com os toques de torrefação. Case com feijões brancos ensopados com carne, ovos e carnes defumadas;

Ares Reserva 2006 – Um Tempranillo com ótima fruta e toques fortes de madeira, ricos em caramelos e baunilha. É facil de beber e melhor ainda para acompanhar uma boa quiche ou torta salgada, embutidos e até uma carne vermelha, mas sem molhos tão pesados. 

Mauricio Szapiro

... é engenheiro, enófilo e entusiasta. Há mais de 10 anos é membro da ABS-Rio, atua como sommelier, modera grupos de degustação e é autor do “Momentos Divinos”, caderno de anotações e memórias enológicas. Não satisfeito, segue adiante em busca de novos sabores e experiências.

Detalhes

ARES BLANCO 2009
Estilo:
Branco
Composição:
100% Viura
Tempo de Barrica:
3 meses
Graduação Alcoólica:
14°

 

ARES CRIANZA 2006
Estilo:
Tinto
Composição:
100% Tempranillo
Tempo de Barrica:
12 meses
Graduação Alcoólica:
14°
Premiação:
90 Pontos Robert Parker

 

ARES RESERVA 2006
Estilo:
Tinto
Composição:
100% Tempranillo
Tempo de Barrica:
26 meses
Graduação Alcoólica:
14°
Premiação:
90 Pontos Guia Proensa 

Mais sobre a Dios Ares

Pertencente à famosa vinícola Pujanza, a Bodega Dios Ares é um projeto pessoal relativamente novo do enólogo, Carlos San Pedro. Com a primeira safra em 1998, lançada em 2001, é um perfeito exemplo da riqueza que Rioja Alavesa oferece.