CADASTRE-SE AINDA HOJE E GANHE R$10*

Mauricio Szapiro e Erik Nako,
curadores de vinho e gastronomia

Aproveite os melhores vinhos e produtos gastronômicos do mercado, selecionados por chefs e sommeliers tão apaixonados pela boa mesa como você.


Quero me cadastrar

Já é cadastrado?
Faça seu login

oferta
(11) 3090-6073 / (21) 4042-2446 - Seg. à Sex. das 10h às 19h

Risotto al tartufo Savitar - com trufas negras

De R$ 90,25 por Preço Exclusivo para cadastrados
CADASTRE-SE

Risotto al tartufo Savitar - com trufas negras

Piemonte • Itália

Um clichê gastronômico mais do que bem-vindo

De R$ 90,25 por



ESTA OFERTA ESTÁ ENCERRADA
Cadastre-se hoje, ganhe R$ 10 de créditos


Com a palavra, o chef

A vida é como os filmes de Hollywood, cheia de clichês. O suspense quando a personagem olha através do espelho do banheiro; a culpa do mordomo; um beijo no fim de uma comédia romântica.

Assim como na vida, nem tudo é criatividade na gastronomia. Às vezes, uma boa receita é simplesmente... simples! Sem “invencionices”. Afinal, o que é uma tradição, senão um clichê?

Este é o grande segredo da cozinha italiana: ter bons ingredientes e inventar o mínimo possível para não correr o risco de fazer algo errado, algo além do necessário.

Na hora de usar trufas num prato, não é preciso quebrar muito a cabeça. Claro que há milhares de receitas para usar esse ingrediente tão maravilhoso: com carnes, aves, caça, cogumelos, ovos etc. Apesar de ter sabor e aroma bem fortes, eu recomendo não complicar demais. É um ingrediente tão raro, tão sazonal, que se pararmos para contar comeremos poucas vezes na vida. A minha sugestão é a seguinte: trate a trufa com uma receita bem clichê, algo clássico, sem “fru-frus” além da conta.

Quando eu penso em trufas, um risoto vem naturalmente. Tem o equilíbrio certo de cremosidade e textura do arroz arbóreo, é finalizado com queijo e manteiga - dois ingredientes quase óbvios para acompanhar trufas - e, servido bem quentinho, potencializando a liberação do aroma da trufa.

Este Riso al Tartufo Savitar tem a vantagem de já ser a receita quase pronta. É só adicionar um bom caldo, manteiga e um bom queijo parmeggiano. O processo lento de cozimento do risoto também ajuda a hidratar e abrir o sabor das trufas moídas que ficam em infusão dentro da embalagem. Para finalizar, se você ainda tiver um bom azeite de trufas, trufas inteiras para ralar ou fatiar por cima, o resultado não poderá ser melhor. Não há duvida de que, assim como nos filmes, o final da sua receita será feliz, muito feliz.

Erik Nako

... é acima de tudo um glutão. Chef e sócio do bar italiano Prima Bruschetteria, dá aulas na ABS-Rio e faz viagens enológicas pelo mundo há mais de 10 anos.

Detalhes

Riso al tartufo:
Arroz com pedaços de trufas negras secas

Quantidade:
200g

Mais sobre a Savitar

Claudio Savini tinha 12 anos quando começou a caçar trufas com seu pai nas colinas de San Miniato. Naquela época, o italiano nem imaginava que se tornaria um dos grandes embaixadores do produto no mundo. Seu avô e seu pai eram comerciantes do tartufo e o ensinaram a negociar e, mais importante, a preparar o produto.

Em meados dos anos 80, nasceu a Savitar (Savini + Tarturfo), quando Claudio passou a comprar as trufas diretamente dos caçadores, sem intermediários, controlando a qualidade e a procedência do produto. Até hoje, é ele próprio que recebe, pesa, avalia e seleciona os lotes do produto. 

Outras Fontes:
www.savitar.it