CADASTRE-SE AINDA HOJE E GANHE R$10*

Mauricio Szapiro e Erik Nako,
curadores de vinho e gastronomia

Aproveite os melhores vinhos e produtos gastronômicos do mercado, selecionados por chefs e sommeliers tão apaixonados pela boa mesa como você.


Quero me cadastrar

Já é cadastrado?
Faça seu login

oferta
(11) 3090-6073 / (21) 4042-2446 - Seg. à Sex. das 10h às 19h

Oxford Landing Estate Vineyard GSM

De R$ 69,00 por Preço Exclusivo para cadastrados
CADASTRE-SE

Oxford Landing Estate Vineyard GSM

Riverland • Austrália

É ou não é australiano?

De R$ 69,00 por



ESTA OFERTA ESTÁ ENCERRADA
Cadastre-se hoje, ganhe R$ 10 de créditos


Com a palavra, o curador:

Ao contrário do que todo mundo pensa, os rótulos australianos também podem ser elegantes, equilibrados e, ao mesmo tempo, complexos. Um bom exemplo disso são os vinhos com a sigla GSM, um corte referente às variedades Grenache, Shiraz e Mourvèdre. Os vinhos GSM geralmente apresentam aromas frutados, de frutas pretas do bosque, com toques de especiarias, taninos firmes e final prolongado.

Originalmente, este blend começou a ser produzido, principalmente, na região sul do Rhône, na França. Mas foi na Austrália, a partir da década de 80, que os rótulos GSM ganharam projeção internacional, tornando-se um dos grandes símbolos da viticultura australiana. A Grenache começou a ser cultivada ainda no final do século XVIII, ou seja, grande parte das vinhas dessa variedade tem quase 80 anos de idade. Já a uva Shiraz dispensa elogios, pois dá origem a deliciosos vinhos australianos, que preenchem a boca logo no primeiro gole. A Mourvèdre também é conhecida como Mataro, uva com bastante taninos, responsável pelo equilíbrio e pelo “grand finale” deste vinho.   

A produtora Oxford Landing está situada na região de Riverland, próximo ao Murray River, ao sul da Austrália. O sul australiano é reconhecido como a principal região viticultora do país, responsável por metade das safras produzidas em geral. Além do grande volume de produção, a região também se caracteriza por uma natureza riquíssima, com destaque para seu solo avermelhado e para o clima ensolarado.   

O crítico Jay Miller (da Wine Advocte) também aprovou esse vinho:     

 “A safra de 2006 oferece uma quantidade generosa de aromas e sabores de cereja e blueberry. Médio corpo e fácil de beber.”

Notas de degustação:

O olfato é frutado, com intensos toques aromáticos de framboesa e ameixa, além de notas de especiarias. No paladar, mostra ameixa e frutas escuras, complementado pela framboesa, cereja e especiarias da Grenache, criando um sabor rico e generoso. Os taninos calcários da Mourvèdre dão suporte ao sabor de frutas da Grenache e da Shiraz, proporcionando estrutura e final levemente condimentado.

Harmonização:

Não é a toa que a melhor harmonização dele foi com uma entrada, muito bem escolhida para este rótulo: brusqueta de funghi, shimeji e shitake. A pizza foi muito pouco para o vinho, que reinou soberano e em grande estilo.

Erik Nako

... é acima de tudo um glutão. Chef e sócio do bar italiano Prima Bruschetteria, dá aulas na ABS-Rio e faz viagens enológicas pelo mundo há mais de 10 anos.

Detalhes

O que você recebe:
1 garrafa X 750ml Oxford Landing Estate Vineyard GSM 

Estilo:
Tinto 

Composição:
50% Grenache, 40% Shiraz e 10% Mourvèdre 

Safra:
2006 

Teor Alcoolico:
14% 

Envelhecimento:
9 meses em carvalho francês 

Premiação:
87 RP (Jay Miller, Wine Advocate)

Mais sobre a Oxford Landing Vineyards:

Fundada em 1958, a propriedade Oxford Landing está localizada próxima às bancadas do Murray River, ao sul da Austrália. No total, a produtora apresenta 650 hectares de áreas plantadas de uvas, divididas em cinco zonas de 130 hectares, onde são cultivadas algumas das principais variedades vitivinícolas europeias. De acordo com o enólogo da casa, Robert “Fred” Strachan, essa divisão permite um maior controle das vinhas, através da utilização de técnicas semelhantes às utilizadas nas vinícolas boutiques. 

Outras Fontes:
http://pages.oxfordlanding.com/