CADASTRE-SE AINDA HOJE E GANHE R$10*

Mauricio Szapiro e Erik Nako,
curadores de vinho e gastronomia

Aproveite os melhores vinhos e produtos gastronômicos do mercado, selecionados por chefs e sommeliers tão apaixonados pela boa mesa como você.


Quero me cadastrar

Já é cadastrado?
Faça seu login

oferta
(11) 3090-6073 / (21) 4042-2446 - Seg. à Sex. das 10h às 19h

Loriñon Crianza 2008

De R$ 82,00 por Preço Exclusivo para cadastrados
CADASTRE-SE

Loriñon Crianza 2008

Rioja • Espanha

Um Rioja com charme e tradição

De R$ 82,00 por



ESTA OFERTA ESTÁ ENCERRADA
Cadastre-se hoje, ganhe R$ 10 de créditos


Com a palavra, o sommelier:

Sempre que estou em dúvida sobre qual vinho escolher numa carta de vinhos espanhóis que não conheço, procuro uma referência no rótulo da garrafa. Se encontro a denominação Crianza, termino minha pesquisa e faço meu pedido, tal a confiança que tenho nas denominações espanholas. Não foi por acaso que um dos artigos do nosso site – “Reserva, Gran Reserva, etc: é pra levar a sério?” -, escrito pelo professor Fernando Miranda, decifra a questão dos rótulos espanhóis. A degustação deste Loriñon Crianza somente confirmou a tese.

Um pouco de história: em 1983, Pedro Bretón se junta a alguns empresários da região de Rioja, na Espanha, para fundar uma vinícola. O objetivo do grupo era nada mais, nada menos que produzir vinhos de alta qualidade que unissem a tradição viticultora de Rioja com um estilo moderno de produção. Nascia então a Bodegas Bretón.  Desde o início, o comprometimento do grupo sempre foi com a diversidade, produzindo vinhos elaborados com variedades de uvas de diferentes vinhedos. Tudo isso para expressar a riqueza dos terrois de Rioja, uma das regiões mais importantes da vitivinicultura espanhola. 

Este Loriñon Crianza é elaborado com uvas dos vinhedos de Rioja Alta, onde se localiza a bodega Bretón, sua produtora. As vinhas aí cultivadas possuem mais de 40 anos de idade e dão origem a vinhos com sabor bastante concentrado e, ao mesmo tempo, elegante. Elaborado 100% com a variedade Tempranillo, o Loriñon passa 14 meses envelhecendo em barricas de carvalho americano, mas devido à qualidade de suas uvas, ainda preserva um gosto frutado, o que o torna muito agradável de beber.

Notas de degustação:

Rubi escuro; no nariz, apresenta várias camadas de frutas maduras, de achocolatado, e uma nuance floral, tudo sob moldura de baunilha, com média intensidade. Na boca, posso até falar de estilo Rioja, com boa pegada, bom equilíbrio, persistente e com taninos presentes na medida.

Harmonização:

Carnes vermelhas no geral. Com um bom churrasco, tudo dará certo. Também vai bem com paellas e massas com molhos levemente encorpados à base de tomate.

Mauricio Szapiro

... é engenheiro, enófilo e entusiasta. Há mais de 10 anos é membro da ABS-Rio, atua como sommelier, modera grupos de degustação e é autor do “Momentos Divinos”, caderno de anotações e memórias enológicas. Não satisfeito, segue adiante em busca de novos sabores e experiências.

Detalhes

O que você recebe:
1 garrafa X 750 ml

Estilo:
Tinto

Safra:
2008

Composição:
100% Tempranillo

Teor alcoólico:
13%

Envelhecimento:
14 meses em barricas de carvalho americano

Pontuação:
88 GP (Guia Peñin)

Mais sobre a Bodegas Bretón:

A Bodegas Bretón foi fundada em 1983 pela família Bretón, sob o comando de Pedro Bretón, localizada em Logroño, ao norte da Espanha. O principal objetivo da vinícola é produzir vinhos elegantes e equilibrados, assim como manda a tradição secular de Rioja. A empresa apresenta um total de 100 hectares de terras, divididos em duas áreas: Loriñon (45 hectares de vinhas maduras) e Dominio de Conte (55 hectares), localizado no coração de Rioja Alta. Dentre os seus rótulos, destacam-se: Iuvene; Loriñon; Dominio de Conti; Pagos Del caminho; e Alba de Bretón. 

Outras Fontes:

http://www.bodegasbreton.com/

http://www.b-cubo.com