CADASTRE-SE AINDA HOJE E GANHE R$10*

Mauricio Szapiro e Erik Nako,
curadores de vinho e gastronomia

Aproveite os melhores vinhos e produtos gastronômicos do mercado, selecionados por chefs e sommeliers tão apaixonados pela boa mesa como você.


Quero me cadastrar

Já é cadastrado?
Faça seu login

oferta
(11) 3090-6073 / (21) 4042-2446 - Seg. à Sex. das 10h às 19h

Gevrey-Chambertin Vieilles Vignes - Jean-Philippe Marchand

De R$ 325,00 por Preço Exclusivo para cadastrados
CADASTRE-SE

Gevrey-Chambertin Vieilles Vignes - Jean-Philippe Marchand

Bourgogne • França

Napoleão não imaginava tal luxo na Borgonha

De R$ 325,00 por



PREÇO EXCLUSIVO PARA CADASTRADOS
Cadastre-se hoje, ganhe R$ 10 de créditos


Com a palavra, o curador:

Pode-se dizer de tudo sobre Napoleão, menos que não tinha bom gosto! Apreciador de vinhos, tinha predileção especial por um Borgonha, mesma região de que estamos trazendo este Gevrey-Chambertin. Diversos hotéis locais ostentam escudos com as indicações “Napoleão dormiu aqui” ou “Napoleão jantou aqui”. Fico imaginando que o imperador francês teria se apaixonado de vez se chegasse aos dias de hoje, em que os vinhos da Borgonha atingem uma qualidade não imaginada em sua época...

Toda vez que avalio um catálogo de vinhos, começo dando uma olhada no que vem da Borgonha. São de lá os vinhos que considero os mais elegantes e expressivos. A Pinot Noir é a única uva tinta plantada na região. E para que mais? Reina absoluta e desafia os produtores a cuidar dia a dia de sua qualidade para que cada safra expresse todo seu potencial. Porém, essa delicadeza tem preço, afinal, os bons vinhos produzidos na Borgonha não são baratos! Fazer o quê? Tem coisas na vida que il faut le faire! Quem quer conhecer todas as possibilidades de prazer no mundo dos vinhos, não tem como escapar desse Gevrey-Chambertin.

A Maison Marchand, uma das famílias mais tradicionais da Borgonha, tem como objetivo permitir que o vinho mostre o caráter próprio de seu terroir. E para isso, todo trabalho parece ser pouco: a vinícola possui rígidas técnicas e procedimentos. Durante o período nos barris de carvalho, o vinho é acompanhado para permitir que sua exposição ao oxigênio seja a mínima possível e para que mantenha, através de sucessivas intervenções, a característica mais pura da Pinot Noir.

Produzido com uvas colhidas manualmente de videiras plantadas há mais de 40 anos, esta garrafa com certeza lhe proporcionará uma experiência que vai deixar saudade, além de virar assunto e referência para suas próximas degustações.

Notas de Degustação:

Encontrei neste vinho uma boa expressão da região de Gevrey-Chambertin: de cor rubi claro, apresenta aromas de baunilha, cassis, alcaçuz, morango e cereja. Na boca, ainda há uma certa austeridade, mas está bem equilibrado e com taninos elegantes.

Harmonização:

Que tal uma receita típica da Borgonha, como um Boeuf Bourguignon?

Mauricio Szapiro

... é engenheiro, enófilo e entusiasta. Há mais de 10 anos é membro da ABS-Rio, atua como sommelier, modera grupos de degustação e é autor do “Momentos Divinos”, caderno de anotações e memórias enológicas. Não satisfeito, segue adiante em busca de novos sabores e experiências.

Detalhes

O que você recebe:
1 garrafa X 750 ml

Estilo:
Tinto

Safra:
2008

Composição:
100% Pinot Noir

Teor alcoólico:
13%

Envelhecimento:
8 a 12 meses em barril de carvalho francês

Mais sobre a Maison Marchand:

A Maison Marchand nasceu de um ramo da família Marchand, implantada na Borgonha desde 1813, e que foi fruto da união de Pierre Marchand e sua esposa Marie Jacotier. Inicialmente situada apenas em Morey-Saint-Denis, a vinícola expandiu seus domínios a Gevrey-Chambertin em 1983, tendo como proprietário e administrador Jean-Philippe Marchand, membro da sétima geração da família. Além de Gevrey-Chambertin e Morey-Saint-Denis, a vinícola Marchand se estende à região de Chambolle-Musigny. São três regiões que possuem domínios “Grand Cru” e “Premier Cru” no coração da Borgonha. 

Outras Fontes:

http://www.marchand-jph.fr