CADASTRE-SE AINDA HOJE E GANHE R$10*

Mauricio Szapiro e Erik Nako,
curadores de vinho e gastronomia

Aproveite os melhores vinhos e produtos gastronômicos do mercado, selecionados por chefs e sommeliers tão apaixonados pela boa mesa como você.


Quero me cadastrar

Já é cadastrado?
Faça seu login

oferta
(11) 3090-6073 / (21) 4042-2446 - Seg. à Sex. das 10h às 19h

Fattoria Del Colle Orcia 2007

De R$ 113,70 por Preço Exclusivo para cadastrados
CADASTRE-SE

Fattoria Del Colle Orcia 2007

Siena • Itália

Um vinho para homens... feito por mulheres

De R$ 113,70 por



ESTA OFERTA ESTÁ ENCERRADA
Cadastre-se hoje, ganhe R$ 10 de créditos


Com a palavra, o sommelier:

Donatella Cinelli Colombini é uma senhora de seus sessenta anos (com o perdão da indiscrição), de estatura média-baixa, discreto sobrepeso (desculpas, novamente) e um sorriso encantador. Se estivesse de avental xadrezinho, saindo da cozinha sobraçando uma fumegante travessa de talharim, seria uma típica dona de casa recebendo a numerosa família num domingo – uma vera mama italiana, como aquelas que aparecem nos filmes.

Mas é só impressão. Quando começa a falar, a gente descobre que a especialidade dela é outra: pode ser até que entenda de macarrão, mas sabe tudo mesmo é de vinho!

Catedrática em História da Arte Medieval e vice-presidente da Enoteca Italiana, Donatella é também presidente do Consórcio do Brunello di Montalcino, o que, de imediato, atesta sua competência e o respeito de seus colegas. E, naturalmente, é produtora de vinhos, herdeira de uma família de vinhateiros de tradição tetracentenária na região. Curiosidade: sua casa é administrada exclusivamente por uma equipe de mulheres, tendo à frente a própria Donatella e sua filha, Violante Gardini.

Além de três Brunello, a empresa tem vinhedos na região demarcada de Orcia, também na província de Siena, a leste da cidade de Montalcino. E é dali que vem este admirável Fattoria del Colle 2007, resultado do corte entre a uva emblemática da região – a Sangiovese, que entra com 60% e 40% de Merlot. Depois da fermentação em tanques de aço inoxidável, o vinho amadureceu por seis meses em barricas francesas de segundo uso.

Notas de degustação:

A combinação Sangiovese/Merlot não é estranha na Toscana e está presente em vários dos chamados supertoscanos. Aqui, a Sangiovese entra com as notas florais (violeta) e a Merlot, com a fruta (cassis, em especial), especiarias e com o rubi carregado que caracteriza a cor. Muito bem dosada, a madeira aporta notas de chocolate e de tostado, que ajudam a conferir muita elegância ao nariz. Acidez e álcool (14%) em perfeito equilíbrio, ótimo corpo e taninos bem resolvidos – mas que autorizam a prever mais três ou quatro anos de vida pela frente. No fim de boca, uma intrigante e simpática nota de amêndoa amarga.

Harmonização:

Carnes vermelhas assadas ou grelhadas são uma indicação segura para este vinho, que tem taninos suficientes para equilibrar a suculência da carne.  Paleta de cordeiro também é ótima idéia, assim como um risoto de funghi. Talharim com almôndegas de carne (ou polpettone, já que estamos em terras italianas) tem tudo a ver. E, olhe, não vai fazer feio com uma pizza calabresa ou uma bruschetta de salame.

 

Celio Alzer

... formou-se no rádio, produzindo e apresentando programas musicais e continua levando a vida numa boa, dando aulas de enologia na ABS Rio, ouvindo jazz e bebendo vinho – porque ninguém é de ferro... 

Detalhes

O que você recebe:
1 garrafa X 750ml

Estilo:
Tinto

Safra:
2007

Composição:
60% Sangiovese  e 40% Merlot

Teor alcoólico:
14%

Envelhecimento:
6 meses em barricas de carvalho francês de segundo uso

Mais sobre a Fattoria Del Colle:

Localizada a 404 metros acima do nível do mar, ao Sul de Chianti, Fattoria Del Colle divide seus 200 hectares entre os cultivos de cereais, oliveiras e, claro, vinhas. Dentre as uvas, as principais variedades cultivadas são: Sangiovese, Merlot, Traminer e Foglia Tonda, variedade local de Siena. A história da Fattoria Del Colli é muito antiga, assim como sua adega subterrânea datada do século XVI. Desde 1998, a vinícola é administrada por Donatella Cinelli Colimbini, que faz questão de manter os vinhos tradicionais da casa, tal qual o Chianti Superiore DOCG, Cenerentola DOC Orcia, Leone Rosso DOC Orcia, Il Drago, Otto Colombe IGT Toscana e Vinsanto Doc Chianti. 

Outras Fontes:

http://www.cinellicolombini.it/