CADASTRE-SE AINDA HOJE E GANHE R$10*

Mauricio Szapiro e Erik Nako,
curadores de vinho e gastronomia

Aproveite os melhores vinhos e produtos gastronômicos do mercado, selecionados por chefs e sommeliers tão apaixonados pela boa mesa como você.


Quero me cadastrar

Já é cadastrado?
Faça seu login

oferta
(11) 3090-6073 / (21) 4042-2446 - Seg. à Sex. das 10h às 19h

El Sueño Carménère 2008

De R$ 59,00 por Preço Exclusivo para cadastrados
CADASTRE-SE

El Sueño Carménère 2008

Vale de Colchagua • Chile

Carménère completa a maioridade ao lado da Cave Geisse

De R$ 59,00 por



ESTA OFERTA ESTÁ ENCERRADA
Cadastre-se hoje, ganhe R$ 10 de créditos


Com a palavra, o sommelier

“El Sueño” que dá nome a esta linha de vinhos da Cave Geisse é realmente um sonho realizado. O Sonho de Mario Geisse, sócio-fundador da Cave Geisse e enólogo da vinícola Casa Silva, que, vindo do Chile para Bento Gonçalves, sonhou em produzir vinhos de qualidade unindo castas e seus melhores terroirs. E conseguiu. Mario Geisse já produzia vinhos de excelência no Chile e hoje é um dos grandes nomes da Serra Gaúcha, no Brasil. El Sueño junta nas mãos da brasileiríssima Cave Geisse diferentes uvas, extraindo de cada uma delas suas características mais marcantes. Cada um dos vinhos que formam o grupo El Sueño foi produzido nos terroirs considerados ideais para cada uva. No caso do Carménère, não podia ser diferente: sua nova casa é no Chile.

Caso você conheça somente a Carménère de 20 anos atrás, provavelmente ainda tem restrições quanto aos vinhos desta casta. Acontece que a uva chilena que hoje chamamos de Carménère completa este ano a maioridade, tendo sida redescoberta há exatos 18 anos, em 1994, durante o 6º Congresso Sulamericano de Viticultura e Enologia. Considerada extinta após a propagação da filoxera, que devastou vinhedos de toda a Europa, a francesa Carménère foi reencontrada no Chile em meio a plantações de Merlot. As duas uvas, no entanto, apresentam tempos de maturação diferentes. Com isso, se fossem colhidas no tempo de maturação das Merlot, as Carménères ainda estariam muito verdes. Desde que as Carménères foram devidamente identificadas e separadas, o Chile se desenvolveu na viticultura desta uva rapidamente e, hoje, produz vinhos de muita qualidade, que nada têm a ver com os Carménères de 20 anos atrás.

Para celebrar o aniversário da casta, trazemos este El Sueño Carménère, da Cave Geisse, idealizada pelo mestre dessa casta, Mario Geisse. Quem ainda tem restrições com a Carménère provavelmente provou apenas vinhos muito amadeirados e que não tiveram o mesmo cuidado que este El Sueño. Mario Geisse, em sua constante procura pelo melhor terroir para cada casta, se tornou um ícone na produção e vinificação dessa uva. Você vai encontrar toda a força de um vinho do Novo Mundo nascido a partir de uma uva tradicionalmente francesa.

Um brinde aos 18 anos da Carménère!

 

Notas de degustação:

Este Carménère também apresenta coloração vermelho-rubi intensa. No olfato, percebe-se aroma de frutas vermelhas, de vegetal, chocolate, cravo e um leve toque de café. Na boca é marcado por taninos doces, macios e arredondados, com uma excelência harmonizada entre carvalho e fruta, proporcionando um final persistente e, ao mesmo tempo, elegante.

Harmonização:

Você não vai errar se optar por uma carne grelhada de molho apimentado.

Mauricio Szapiro

... é engenheiro, enófilo e entusiasta. Há mais de 10 anos é membro da ABS-Rio, atua como sommelier, modera grupos de degustação e é autor do “Momentos Divinos”, caderno de anotações e memórias enológicas. Não satisfeito, segue adiante em busca de novos sabores e experiências.

Detalhes

O que você recebe:
01 x 750ml

Estilo:
Tinto

Safra:
2008

Composição:
100% Carménère

Teor alcoólico:
14%

Mais sobre Mario Geisse

Nascido em uma região produtora de uvas para pisco, ao norte de Santiago, no Chile, Mario Geisse teve uma relação com o vinho desde cedo. Tradicional do campo, em 1971 foi trabalhar com agricultores e cooperativas e, dois anos mais tarde, foi contratado pela vinícola Manquehue. Já experiente no ramo aos 25 anos, Geisse foi contratado pela Chandon no início das atividades da vinícola no Brasil, em 1977, e se entusiasmou com a possibilidade de produzir espumantes na Serra Gaúcha. Hoje, a Cave Geisse é um dos grandes nomes brasileiros desse tipo de vinho. Além de fundador da casa que leva seu nome, Geisse é ainda da Casa Silva, vinícola chilena localizada em San Fernando, ao sul de Santiago.

 

Outras Fontes:

www.vinicolageisse.com.br

www.amadeu.com.br

www.facebook.com/FamiliaGeisse

 

Janis Robinson fala sobre a alta qualidade da Cave Geisse: www.youtube.com/watch?v=cBn6rjZf0Bw

“Quando experimentei, eu achei quase um brioche, quase um tipo de café com leite, (...) um pouco de gosto de ameixa e, talvez, até um pouco de casca de laranja.” Janis Robinson