CADASTRE-SE AINDA HOJE E GANHE R$10*

Mauricio Szapiro e Erik Nako,
curadores de vinho e gastronomia

Aproveite os melhores vinhos e produtos gastronômicos do mercado, selecionados por chefs e sommeliers tão apaixonados pela boa mesa como você.


Quero me cadastrar

Já é cadastrado?
Faça seu login

oferta
(11) 3090-6073 / (21) 4042-2446 - Seg. à Sex. das 10h às 19h

Duo Porta da Ravessa Reserva DOC Tinto e Rosé

De R$ 76,00 por Preço Exclusivo para cadastrados
CADASTRE-SE

Duo Porta da Ravessa Reserva DOC Tinto e Rosé

Alentejo, Redondo • Portugal

Uma mistura que dá história

De R$ 76,00 por



ESTA OFERTA ESTÁ ENCERRADA
Cadastre-se hoje, ganhe R$ 10 de créditos


Com a palavra, o curador:

O Alentejo, junto com o Dão, é uma das regiões vinícolas mais antigas e mais importantes de Portugal. Localizado na parte sul do país, acredita-se que foram os fenícios, por volta do século VII a.C., que começaram a produzir o vinho por ali. E, como conta nosso curador Célio Alzer, "foi numa propriedade perto de Évora (a capital alentejana) que Pedro Álvares Cabral comprou o vinho que abasteceu suas caravelas, em 1500". Esse duo alentejano guarda também no nome uma herança histórica. Porta da Ravessa faz referência a uma das portas de entrada da muralha do Castelo de Redondo, que muitos mercadores da Idade Média utilizavam para chegar àquela cidade.

Apesar de tanta história, o vinho produzido no Alentejo só ganhou fama e mercado - nacional e internacional - a partir dos anos 1970. Atualmente, ele é o mais vendido em Portugal, o que torna esses dois Porta da Ravessa tinto e rosé líderes de mercado na categoria. Elaborado com as variedades regionais Trincadeira, Aragonês e Alicante Bouschet, o tinto é enriquecido com um toque da internacional Cabernet Sauvignon. Seus seis meses de barricas francesas serviram para amaciá-lo e coloca-lo no ponto certo para ser servido. Já o rosé é elaborado com duas variedades muito usadas por aquelas bandas: a Castelão e a Aragonês.

Notas de Degustação:

Porta da Ravessa tinto:
Cor rubi escuro. No nariz sobressaem aromas de frutos vermelhos com notas de baunilha; na boca, sabor intenso, com equilíbrio e taninos aveludados. Uma dica para aproveitar melhor suas qualidades é colocá-lo na taça e girar antes de degustá-lo.

Porta da Ravessa Rosé:
Desde a cor – de uma característica brilhante rosado – já agrada muito. No nariz, as frutinhas vermelhas chamam a atenção, conferindo alegria e jovialidade. A acidez justa, um bom volume na boca e o álcool equilibrado (12,5%) completam um quadro extremamente agradável.

Harmonização:

Porta da Ravessa tinto:
Experimente com um maravilhoso arroz de pato (veja a receita aqui no Selo Reserva). Mas se você é tradicional e não abre mão do prato ícone de Portugal – o bacalhau – teste com um regado com bastante azeite extravirgem.

Porta da Ravessa Rosé:
Acompanha canapés – os de salmão e camarão ficam perfeitos – ou pratos leves como peixe ou frango grelhado. Faz bonito também com massas à base de frutos do mar.

Mauricio Szapiro

... é engenheiro, enófilo e entusiasta. Há mais de 10 anos é membro da ABS-Rio, atua como sommelier, modera grupos de degustação e é autor do “Momentos Divinos”, caderno de anotações e memórias enológicas. Não satisfeito, segue adiante em busca de novos sabores e experiências.

Detalhes

O que você recebe:
1 garrafa x 750ml de Porta da Ravessa tinto
1 garrafa x 750ml de Porta da Ravessa Rosé

Porta da Ravessa tinto
Composição: Trincadeira - Aragonês - Alicante Bouschet - Cabernet
Sauvignon
Estilo: Tinto
Teor Alcoólico: 13,5%
Safra: 2009
Amadurecimento: 6 meses de barricas de carvalho francês
Pontuações: Menção honrosa na Decanter World Wine Awards 2010
Medalha de Bronze na International Wine Challenge 2010
Medalha de Bronze na International Wine & Spirit Competition 2010

Porta da Ravessa Rosé
Estilo: Rosé
Safra: 2011
Composição: Castelão e Aragonez
Teor alcoólico: 12,5%
Envelhecimento: Em cuba de inox e garrafa

Mais sobre a Adega Cooperativa de Redondo:

Criada em 1956, por um grupo de 14 viticultores, a Cooperativa de Redondo explora o potencial vínico da região Alentejo. Atualmente é considerada uma das maiores produtores de vinhos da região, onde fazem parte cerca de 98% dos viticultores da sub região do Redondo. A adega se dedica a produção de vinhos brancos e tintos, sendo os rótulos Porta da Ravessa a principal marca da cooperativa. Anualmente são produzidos 15 milhões Kgs de uvas, que resultam em cerca de 14 a 15 milhões de garrafas/ano. 

Outras fontes:

http://www.acr.com.pt/