CADASTRE-SE AINDA HOJE E GANHE R$10*

Mauricio Szapiro e Erik Nako,
curadores de vinho e gastronomia

Aproveite os melhores vinhos e produtos gastronômicos do mercado, selecionados por chefs e sommeliers tão apaixonados pela boa mesa como você.


Quero me cadastrar

Já é cadastrado?
Faça seu login

oferta
(11) 3090-6073 / (21) 4042-2446 - Seg. à Sex. das 10h às 19h

Duo Piedra Azul 2009 e Valdelana Joven 2010

De R$ 109,00 por Preço Exclusivo para cadastrados
CADASTRE-SE

Duo Piedra Azul 2009 e Valdelana Joven 2010

Toro e Rioja Alavesa • Espanha

No campo dos vinhos, a Espanha também bate um bolão

De R$ 109,00 por



ESTA OFERTA ESTÁ ENCERRADA
Cadastre-se hoje, ganhe R$ 10 de créditos


Com a palavra, o sommelier

Os vinhos espanhóis já encantam enófilos mundo afora desde o final do século XIX, quando surgiram o mítico Vega Sicília, na Ribera Del Duero, e outros grandes de Rioja. Sempre associados à uva Tempranillo (também conhecida como Tinta Roriz, Aragonez, Cencibel, Ull de Lebre, Tinto del Pais e Tinta Toro), esta casta originária da Espanha produz vinhos intensos e cheios de personalidade. Ela é responsável por vinhos tão característicos, que cada região tenta puxar para si o nome da uva, seja como varietal ou em corte com suas companheiras espanholas Garnacha, Graciano, Marzuelo ou as francesas Cabernet Sauvignon e Merlot. Este duo traz duas oportunidades de provar essa casta de tantos nomes em dois terroirs tradicionalíssimos da Espanha: Toro e Rioja.

Valdelana Tempranillo Joven 2010

Quem pensa em vinho espanhol, pensa logo na Rioja, e este Valdelana conta um pouco sobre as características da região. Seja na história de sua bodega quanto na elaboração de seus vinhos e escolha de castas, a Valdelana é uma típica casa da Rioja Alavesa. Um ótimo ponto de partida para conhecer os encantos desse terroir.

A Bodega Valdelana está nas mãos da família de mesmo nome, desde o século XVI. Trata-se de uma enorme casa que, além de funcionar como bodega, está aberta para enoturismo e abriga um hotel com objetos dos séculos XV e XVI. As estruturas estão todas preservadas e narram uma época em que vinhos bons só eram servidos para a nobreza.

Em 1583, quando Elciego, onde está localizada a bodega, foi emancipado de Laguardia pelo rei Felipe II, a independência da região foi cobrada em cântaros de vinhos, diretamente desta vinícola.

A Tempranillo é a base deste vinho, com 95% de sua composição. Seus outros 5% são da uva Graciano, que é uma uva autóctone pequena, de baixa produtividade, de grande estrutura e acidez. Por ser muito aromática, ela acrescenta à Tempranillo aroma e intensidade. Os vinhos produzidos com esse corte costumam ser altamente aromáticos, frutados e de cores fortes.

Piedra Azul Tempranillo Joven 2009

Na região de Toro, no centro do país, a Tempranillo é conhecida como Tinta Toro e é regulada por uma forte Denominación de Origen que abrange 62 mil hectares. Crise de identidade, no entanto, não é problema para este vinho. Diretamente do coração da região, o Piedra Azul é um varietal nascido daquilo que a vinícola chama de “um dos clones mais puros e autóctones da Tinta Toro”.

As chamadas 83 Leis do Toro foram proclamadas em 1505 e já começavam a colocar em ordem a vinificação na região. Hoje, a Denominación de Origen Toro determina detalhes sobre como o vinho deve ser produzido. No centro dessas leis, englobando todos os vinhos tintos, está nada menos que a Tinta Toro, variedade levada para Toro ainda durante o Império Romano. A Denominación garante, por exemplo, que as nomenclaturas Joven, Crianza, Reserva, Gran Reserva e Tinto Roble necessitem de regras específicas para serem utilizadas. Deste modo, a qualidade do vinho é uma certeza.

Quando degustei, fiquei entusiasmado e trabalhamos para oferecer logo em nossa grade este vinho tão cheio de personalidade! Batizada com o nome da região, não é de espantar que a Tinta Toro seja a prata da casa - ou, se preferir, a joia da casa, como a pedra azul deste rótulo sugere.

Notas de degustação:

Valdelana Tempranillo Joven 2010

Este é um vinho vermelho-rubi escuro, com fortes aromas de frutas vermelhas. Na boca é bem estruturado, persistente, com bom equilíbrio.

Piedra Azul Tempranillo Joven 2009

Cor vermelho-rubi com reflexo púrpura. No nariz, apresenta características típicas da Tempranillo, como amplos aromas de frutos silvestres, com notas de balsâmico e mineral. Na boca é firme, suculento, carnudo, equilibrado, com taninos redondos.

Harmonização:

Valdelana Tempranillo Joven 2010

Para acompanhar este vinho, opte pela culinária espanhola. Um bife de chorizo ou embutidos são boas escolhas.

Piedra Azul Tempranillo Joven 2009

Este vinho pode ser consumido sem acompanhamento, mas, se a ocasião for um belo jantar, opte por pratos cheios de sabores e personalidade, como a uva. Uma paleta de cordeiro, por exemplo, será uma boa pedida. 

Mauricio Szapiro

... é engenheiro, enófilo e entusiasta. Há mais de 10 anos é membro da ABS-Rio, atua como sommelier, modera grupos de degustação e é autor do “Momentos Divinos”, caderno de anotações e memórias enológicas. Não satisfeito, segue adiante em busca de novos sabores e experiências.

Detalhes

FRETE GRÁTIS 
Válido para as capitais dos seguintes estados: SP, RJ, MG, ES, GO, DF, RS, SC, PR*

O que você recebe:
1 garrafa X 750ml Piedra Azul Tempranillo Joven 2009
1 garrafa X 750ml Valdelana Tempranillo Joven 2010

Piedra Azul Tempranillo Joven 2009

Estilo: Tinto

Safra: 2009

Composição: 100% Tinta Toro (Tempranillo)

Teor alcoólico: 14%

Valdelana Tempranillo Joven 2010

Estilo: Tinto

Safra: 2010

Composição: 95% Tempranillo e 5% Graciano

Teor alcoólico: 13,5%

* Atenção: O frete grátis não compreende CEPs localizados em áreas de redespacho

Mais sobre os produtores

Rioja Alavesa:

A Rioja é uma DOC que leva o nome da região de La Rioja. Logo abaixo do País Basco, a Rioja Alavesa é um dos três principais terroirs, junto com a Rioja Alta e a Rioja Baja. A região tem 106 vinícolas que formam a rota dos vinhos de Rioja. Vinho, gastronomia e arquitetura são os principais atrativos de quem visita a região. Se ideia é fazer uma viagem por entre as principais vinícolas, é possível comprar uma passagem para o Enobus, um ônibus que leva turistas de degustação a degustação.

Estancia Piedra:

A família que comanda a bodega Estancia Piedra adquiriu a maior parcela de vinhedos antigos da Denominación de Origen Toro com o objetivo de produzir vinhos de qualidade. Seu proprietário, o escocês Grant Stein, se apaixonou pela terra em 1998. Hoje, são 14 profissionais trabalhando para que vinhos tradicionais sejam feitos a partir de técnicas modernas de viticultura. O Centro Social Lagarona, construído na propriedade, é hoje um ponto de encontro para amantes de vinhos, onde acontecem exposições, conferências e degustações.