CADASTRE-SE AINDA HOJE E GANHE R$10*

Mauricio Szapiro e Erik Nako,
curadores de vinho e gastronomia

Aproveite os melhores vinhos e produtos gastronômicos do mercado, selecionados por chefs e sommeliers tão apaixonados pela boa mesa como você.


Quero me cadastrar

Já é cadastrado?
Faça seu login

oferta
(11) 3090-6073 / (21) 4042-2446 - Seg. à Sex. das 10h às 19h

Duo de Brancos Itália e Espanha: Godello e Broglia

De R$ 98,00 por Preço Exclusivo para cadastrados
CADASTRE-SE

Duo de Brancos Itália e Espanha: Godello e Broglia

Piemonte e Bierzo • Itália e Espanha

Brancos com muita história para contar

De R$ 98,00 por



ESTA OFERTA ESTÁ ENCERRADA
Cadastre-se hoje, ganhe R$ 10 de créditos


Com a palavra, a sommelière:

Ao contrário do que muitos pensam, existe vida (ou melhor, uva) no mundo dos vinhos brancos além da Sauvignon Blanc e da Chardonnay. Isso vem se comprovando há algum tempo pela valorização de castas autóctones por parte de viticultores do Velho Mundo. É justamente a vontade de inovar e se diferenciar do gosto “padronizado” que leva esses produtores a investir em uvas regionais (algumas esquecidas ou até mesmo em risco de extinção) para produzir vinhos únicos com grande identidade.

E esse é o caso das uvas Godello e Cortese que compõem os vinhos desse duo. São duas castas raras, antigas e quase exclusivas, respectivamente, da região da Galícia, na Espanha, e do Piemonte, na Itália. A Godello que compõe esse branco da Bodega del Abad costuma originar vinhos muito equilibrados, com aromas florais e frutados bem marcados. Importante uva da D.O Bierzo e Valdeorras, a variedade quase desapareceu nos anos 1970. Recuperada, vem sendo explorada e “redescoberta” dentro e fora da Espanha, onde hoje soma mais de mil hectares. 

Já a história da Cortese é quase confundida com a própria história da cidade de Gavi, no Piemonte (a uva também é conhecida como Cortese di Gavi). As vinhas mais antigas dessa variedade, cultivadas até hoje pela vinícola Broglia, produtora do Broglia Il Dove Gavi DOCG, são citadas em documentos históricos como uma das primeiras nessa área viticultora. Por isso, sua longa vida na viticultura italiana, em especial na DOCG Piemonte, é festejada com rótulos cada vez melhores feitos com essa variedade.    

Para os enófilos e curiosos ou para aqueles que ainda não se deixaram encantar pelo prazer de um bom branquinho, essa dupla promete fazer história (e mudar a opinião de muitos “tintófilos” por aí).

Notas de Degustação e Harmonização:

Abad Dom Bueno Godello
Eu diria até que este vinho tem um quê de exótico! É bem diferente do que se está acostumado. No visual, tem um verde claro. Na boca, ótima acidez, bom volume, um tanto untuoso até. Para curiosos, é imperdível.

Excelente para tapas e bocadillos, à base de pescados e queijos. Bom também para acompanhar peixes de escura como atum, sardinhas e anchovas. Também cai bem com frutos do mar como lulas, camarões e polvo. Já que estamos bem pertinho da Galícia, por que não um polvo à feira?

Broglia Il Dove Gavi DOCG
Amarelo clarinho, apresenta no nariz amplos aromas de frutas cítricas, como limão siciliano, laranja lima, abacaxi. Na boca, é alegre e fácil de beber, com acidez pronunciada.

Que tal experimentar com alguns pratos orientais, como rolinho primavera, ou tempurá de camarão?

Lolô Riccobene

... é sommelière formada na The Wine School, escola internacional de sommeliers da Jancis Robinson. Há mais de quatro anos dedica-se à enogastronomia, setor pelo qual é apaixonada e em que trabalha por prazer, como costuma dizer.  

Detalhes

O que você recebe:
1 garrafa x 750ml de Abad Dom Bueno Godello
1 garrafa x 750ml de Broglia Il Dove Gavi DOCG 

Abad Dom Bueno Godello
Estilo: Branco
Safra: 2011
Composição: 100% Godello
Teor alcoólico: 13%   

Broglia Il Dove Gavi DOCG
Estilo: Branco
Safra: 2011
Composição: 100% Cortese di Gavi
Teor alcoólico: 12%
Amadurecimento: Em tanques de aço inox

Mais sobre os produtores:

Bodega del Abad:

Localizada em Bierzo, na Espanha, a Bodega del Abad foi inaugurada no ano de 2003 e dedica-se ao cultivo das variedades Godello e Mencía, segundo a filosofia de valorização das castas autóctones da região. A vinícola conta com 35 hectares de vinhedos próprios, localizados em terrenos íngremes. Modernas instalações permitem o total controle da produção, que começa desde o cultivo das vinhas até a fase de engarrafamento do vinho. Na adega subterrânea, os vinhos descansam em barricas de carvalho francês e americano. 

Broglia:

Fundada por Bruno Broglia na década de 70, a vinícola Broglia comercializou o seu primeiro rótulo em 1974, no mesmo ano em que a região de Gavi foi contemplada como DOC (Denominação de Origem Controlada) na Itália. A vinícola foi uma das primeiras do Piemonte a estudar o cultivo de uvas clones da variedade Cortese, na década de 80, supervisionada pela Universidade de Milão. O principal vinhedo de Broglia, conhecido como "La Meirana", apresenta um total de 100 hectares de vinhas divididas entre o cultivo de Cortese (63 hectares) e duas variedades tintas (Barbera e Nebiollo). Os vinhos de Broglia foram servidos durante a celebração de aniversário dos 25 anos de pontífice do Papa João Paulo II e também no banquete oficial do G8, realizado em L’Aquila, no ano de 2009.

Outras Fontes:

http://www.grandcru.com.br

http://www.bodegadelabad.com

http://www.broglia.it/