CADASTRE-SE AINDA HOJE E GANHE R$10*

Mauricio Szapiro e Erik Nako,
curadores de vinho e gastronomia

Aproveite os melhores vinhos e produtos gastronômicos do mercado, selecionados por chefs e sommeliers tão apaixonados pela boa mesa como você.


Quero me cadastrar

Já é cadastrado?
Faça seu login

oferta
(11) 3090-6073 / (21) 4042-2446 - Seg. à Sex. das 10h às 19h

Amarone della Valpolicella Classico

De R$ 330,00 por Preço Exclusivo para cadastrados
CADASTRE-SE

Amarone della Valpolicella Classico

Veneto • Itália

Receita para fazer um vinho ícone

De R$ 330,00 por



PREÇO EXCLUSIVO PARA CADASTRADOS
Cadastre-se hoje, ganhe R$ 10 de créditos


Com a palavra, o curador:

Mesmo com o surgimento, no cenário de grandes vinhos italianos, de novidades como os supertoscanos e outros, ainda são os Barolos, os Brunellos de Montalcino e os Amarones que povoam o imaginário dos enófilos de todo o mundo. São, de fato, os ícones, os que despertam o desejo quando vemos numa carta de vinhos. São pedidos quando queremos (e podemos!) abrir o bolso!!

Resolvi oferecer, nesta oportunidade, um destes ícones: o Amarone Zenato 2007. Tem tudo de bom: um produtor entre os melhores do Veneto e uma safra nota 10. E para comemorar a ocasião, apresento abaixo a receita para se fazer um Amarone de respeito, para que nossos membros possam também se habilitar a produzir.

Receita do Amarone:

  • Compre uma vinícola na região do Veneto, com árvores plantadas na posição ideal e cuide até a época da colheita;
  • Quando setembro chegar, acompanhe o amadurecimento das uvas para que atinjam o ponto de sobreamadurecimento como numa colheita tardia. Claro que será um risco, pois doenças e chuvas podem acontecer e estragar os planos de fazer o grande vinho;
  • Depois de colher, coloque os cachos inteiros em prateleiras de bambu ou em tapetes e deixe em compartimentos para secagem a frio. Reserve por 3 ou 4 meses;
  • Quando as uvas secarem e virarem passas, avalie se perderam um terço de seu peso, quase que exclusivamente água;
  • Esmague, deixe fermentar o passito e constate que o vinho resultante é opulento, muito encorpado, com 15 a 16% de álcool;
  • Coloque em barricas por 5 anos e engarrafe. Depois, me chame para a degustação...

Entendido por que o preço de um Amarone é tão diferenciado em relação ao Valpolicella, que também é fermentado no Veneto com as mesmas uvas Corvina, Molinara e Rondinella???

Notas de Degustaçao:

Como resultado de sua vinificação, o vinho é denso. Vá girando a taça para curtir os aromas que vão aparecendo: chocolate, café, confiture, geléias e, na boca, preenche cada papila com seu corpo. É intenso e deixa um gostinho amargo, talvez uma amêndoa. Final longo e delicado. E nada mais tenho a dizer: recomendo a compra e a degustaçao inesquecível!

Harmonizaçao:

Amarones são muito recomendados para emoções fortes: acompanhar os queijos parmesão e gorgonzola, e também comidas suculentas.

Mauricio Szapiro

... é engenheiro, enófilo e entusiasta. Há mais de 10 anos é membro da ABS-Rio, atua como sommelier, modera grupos de degustação e é autor do “Momentos Divinos”, caderno de anotações e memórias enológicas. Não satisfeito, segue adiante em busca de novos sabores e experiências.

Detalhes

O que você recebe:
1 garrafa X 750ml 

Composição:
70% Corvina, 40% Rondinella e 25% Molinara

Estilo:
Tinto

Teor Alcoolico:
16,5%

Safra:
2007

Pontuações:
94RP - Wine Advocate (Robert Parker)
93WE - Wine Enthusiast
93WS - Wine Spectator 

Mais sobre a Zenato:

A vinícola foi fundada em 1960 por Sergio Zenato, que batizou a propriedade com o sobrenome da família como forma de preservar a herança e a paixão pelo vinho e pela vinha. O produtor é referência também no cultivo da variedade nativa, Trebbiano di Lugana, e também pela produção dos vinhos Cresasso (varietal Corvina) e Recioto (vinho doce branco das uvas Corvina, Rondinella e Oseleta). Visando a melhor qualidade dos seus vinhos, a vinícola limita a quantidade de garrafas produzidas bem abaixo do nível regulamentado pela legislação italiana. 

Outras fontes:

http://www.zenato.it/