CADASTRE-SE AINDA HOJE E GANHE R$10*

Mauricio Szapiro e Erik Nako,
curadores de vinho e gastronomia

Aproveite os melhores vinhos e produtos gastronômicos do mercado, selecionados por chefs e sommeliers tão apaixonados pela boa mesa como você.


Quero me cadastrar

Já é cadastrado?
Faça seu login

oferta
(11) 3090-6073 / (21) 4042-2446 - Seg. à Sex. das 10h às 19h

Altamimbre 2008

De R$ 230,00 por Preço Exclusivo para cadastrados
CADASTRE-SE

Altamimbre 2008

Ribera del Duero • Espanha

Um presente do Guia Peñin

De R$ 230,00 por



ESTA OFERTA ESTÁ ENCERRADA
Cadastre-se hoje, ganhe R$ 10 de créditos


Com a palavra, o sommelier:

Ainda sob a influência da paisagem de Ipanema e do esmero de João Souza, do restaurante Vieira Souto, chegamos ao gran finale quando nos foi servido um vinho acompanhado do prestígio que seus 90 pontos no rigoroso Guia Peñin lhe confere! Da safra 2008 e vinificado com as melhores uvas da vinícola, de árvores com mais de 50 anos, o Altamimbre chegou como a “estrela maior” da Pingón. Um vinho desses tem que ter uma produção muito limitada, no caso 7.000 garrafas, que só são comercializadas depois de estagiar por 20 meses em barricas. É outro motivo para não deixar escapar a oportunidade que o Selo está oferecendo. O vinho ainda é um jovem adulto, mas com certeza vai se tornar um coroa muito charmoso quando evoluir...

E não poderíamos deixar de falar um pouco de Ribera del Duero, onde há mais de 100 anos são produzidos os lendários Vega Sicilia: trata-se da tradicionalíssima região espanhola cortada pelo rio Duero, que ultrapassa as fronteiras da Espanha e em Portugal passa a se chamar Douro. Esta região se caracteriza pelos verões com temperaturas bastantes quentes e os invernos extremamente frios. Complementando a moldura de um terroir ideal, suas vinhas brotam em solos pedregosos, pobres mesmo, mas que geram grandes vinhos.

Notas de degustação:

Rubi escuro, seus aromas são amplos e resultam em frutas maduras, passas, caramelo, café, especiarias, tudo sob uma elegante capa de madeira. Na boca, é difícil descrever a sensação em palavras (mais um motivo para comprar!), mas se trata de um grande vinho, encorpado, muito longo e muito equilibrado. Repito, ainda é um jovem, mas já pode ser apreciado imediatamente.

Harmonização:

Olhando os pratos principais do histórico almoço, era evidente a escolha: paleta de cordeiro ao forno, com risoto de castanha do Pará. Mas quem escolheu o risotto di zucca com carne seca também sorriu de prazer... Podem dar asas à sua imaginação, as receitas do site do Selo vão lhe inspirar!

Mauricio Szapiro

... é engenheiro, enófilo e entusiasta. Há mais de 10 anos é membro da ABS-Rio, atua como sommelier, modera grupos de degustação e é autor do “Momentos Divinos”, caderno de anotações e memórias enológicas. Não satisfeito, segue adiante em busca de novos sabores e experiências.

Detalhes

O que você recebe:
1 garrafa X 750 ml

Estilo:
Tinto

Safra:
2008

Composição:
100% Tinto Fino

Teor alcoólico:
13,5%

Envelhecimento:
20 meses em barricas de carvalho francês e americano.

Premiação:
90 GP (Guia Peñin)

Mais sobre a Bodegas Pingón:

Fundada em 1996, a Bodegas Pingón é um projeto apoiado por investidores amantes de vinho, especificamente três empresas localizadas em Penafiel, Espanha. O nome da produtora é uma homenagem à cidade onde a adega se localiza: em Pago de Pingó, na região de Ribera Del Duero. É uma bodega jovem para padrões espanhóis, mas que já esta determinada a produzir grandes vinhos. 

Outras Fontes:

www.bodegaspingon.com/en/

www.vinhosdomundo.com.br